Texto: Lc. 14.15-23/Mt. 22.1-14]

Será por quê? Muita gente está no mundo e poucos na Igreja. Além de dar nossas vidas para Jesus devemos dar também a nossa vida para a obra do Senhor Jesus Cristo.

Todo final de ano muitos preparam ceias e banquetes de Natal e Ano Novo, enquanto muitos outros não têm o que comer, chamamos alguns convidados para participar da festa isto porque queremos a presença destas pessoas e se faltar sentimos sua ausência

Jesus  nesta parábola compara o Reino de Deus com um banquete.

Quem não Gosta de ir a festas?

Vivemos hoje em tempos em que se cumpre a Palavra:

“Eis que vêm dias, diz o Senhor, em que enviarei fome sobre a terra, não de pão, nem sede de água, mas de ouvir as palavras do Senhor!” Amós 8.11

Você tem tido fome e sede de ouvir as Palavras do Senhor? Se sim, considere-se feliz, por que:

“Bem aventurados os que têm fome e sede de Justiça, porque serão fartos” Mateus 5.6

Para entender melhor percebam que existe uma simbologia no texto:

– BANQUETE: vida abundante com Deus

– REI: Deus

– FILHO: Jesus Cristo/filhos de Deus

– BODAS: volta de Jesus

– CONVITE: evangelho

– SERVOS: Igreja

– CONVIDADOS: mundo

Observam que primeiramente fomos convidados, depois nos tornamos servos e depois nos tornamos filhos de Deus com Jesus.

Quem é você? Convidado? Servo? Ou Filho?

Vamos refletir sobre este banquete e entender quem somos:

1- O convite: 

  1. 16: “certo homem deu uma grande ceia e convidou a muitos”. v. 17: “vinde porque está tudo pronto”.

Tudo está pronto! Quando Jesus morreu disse: “está consumado” (João 19.30) e depois se assentou à direita de Deus nas Alturas porque já fez todo o seu Trabalho.

O Senhor nos convida para um banquete, para nos fartarmos de Sua Palavra.

Ansioso, Deus nos chama e diz: está tudo pronto não precisamos fazer nada, apenas provar das maravilhas de Deus para nós.

O Senhor quer nos fazer sentir como Davi quando disse:

“Preparas-me uma mesa na presença dos meus adversários, unges-me a cabeça com óleo, o meu cálice transborda” Salmos 23.5

Quando convidamos alguém para comer em casa é porque é alguém que gostamos, uma pessoa íntima e queremos nos sentar juntos na mesa. Assim o Senhor quer momentos agradáveis conosco.

2- As desculpas: v.18-20

Várias pessoas na Bíblia deram desculpas para não aceitar o convite de Deus. Ex: Moisés, Jeremias, Jonas, Gideão, etc.

Os convidados todos preferiram fazer outras coisas a ir à festa.

Vejamos que as desculpas embora verdadeiras não eram justas porque quem ia experimentar a junta de bois e quem ia ver o campo poderiam fazer isto depois, pois o banquete não era na hora do serviço (v.17) e o que se casou não teria problemas se levasse a esposa.

“Tempo é questão de prioridade”. Muitas vezes a pessoa que trabalha muito vai mais à Igreja do que quem trabalha menos. Mas por que as desculpas acontece?

“Porque muitos são os chamados, mas poucos os escolhidos” Mateus 22.14

Muitas vezes vemos pessoas que têm o banquete diante dos olhos, é só pegar e comer, mas não provam.

Pessoas que vão à Igreja a vida toda ou se não vão têm a oportunidade de ir e continuam na mesma vida, insatisfeitos, infelizes e com fome.

Mas o banquete está servido! A mesa está posta e todos são bem vindos.

Há também crentes que se ‘alimentam’ de tanta coisa, ‘fest food’ espiritual e ficam anêmicos e com a barriga cheia.

Não têm forças para trabalhar no Reino de Deus e não acham atrativo o pão e água que é Jesus.

Nós não precisamos experimentar as coisas do mundo porque Jesus disse que “a graça basta!” (II Coríntios 12.9).

Nós bem sabemos que se levarmos nossos problemas para Deus em oração Ele nos ouvirá e às vezes não fazemos isso, porém continuamos reclamando de sofrer.

A Escola Dominical é um verdadeiro BANQUETE de Deus para alimentar seu povo. A Santa Ceia, o Estudo Bíblico, reuniões de oração e outros cultos também.

3- A Alternativa: v.21-23 “Sai depressa!”

Como diz o ditado: ‘se não quiser tem quem quer’. Enquanto uns faz pouco caso, outros dão muito valor.

Jesus certa vez encontrou com uma mulher estrangeira que lhe gritava por socorro e Jesus lhe disse como diria um judeu que foi enviado para ‘as ovelhas perdidas da casa de Israel’ e que ‘não é bom tomar o pão dos filhos e dá-lo aos cachorrinhos’ (Mateus 15.21-28).

A mulher respondeu: “Sim Senhor, porém os cachorrinhos comem das migalhas que caem da mesa de seus donos”e aquela mulher recebeu a bênção e foi chamada para o Reino de Deus.

Ela pediu migalhas, mas comeu o Pão da Vida (João 6.35).

A palavra Igreja no grego bíblico é ekklesia que significa CHAMAR. Nossa tarefa como pessoas chamadas do Senhor é convidar outras pessoas.

Com certeza muitos foram chamados para o culto e muitos podiam estar aqui e não estão. Qual será a desculpa que darão ao Senhor?

Enquanto isso no mundo lá fora há muitos, até dentro de nossas casas, que estão famintos e sedentos da verdade.

Note que Deus dá duas ordens no texto:

CONVIDADOS: v.17 “vinde porque está tudo pronto”.

SERVOS: v.21 “Sai depressa!”

O convite é diferenciado. Os não servos são chamados para receber e os servos para trabalhar. Festa é bom, mas dá muito trabalho!

Deus quer transformar CONVIDADOS em SERVOS e os SERVOS em FILHOS de Deus.

“A todos quantos creram em Seu nome deu-lhes o poder de serem feitos filhos de Deus, a saber, aos que crêem em seu Nome” João 1.12

Deus tem um banquete para nós e quer nos dar vida em Abundância, Ele quer estar ao nosso lado em Sua mesa.

Chega de arrumar desculpas para Deus e para os homens. Chega de migalhas, Deus nos quer como filhos assentados na mesa com Ele em seu banquete.

“Eis que estou à porta e bato, se você ouvir a minha voz e abrir a porta entrarei em sua casa, e cearei com você  e você comigo” Apocalipse. 3.20

Este texto não foi dito para incrédulos e sim para a Igreja. Já teve a experiência de se sentar à mesa e comer sozinho? Certamente. Mas acompanhado é melhor. Por isso o Senhor tem nos chamado para assentar com Ele.

Contudo Jesus diz: “cearei com ele e ele comigo” porque devemos experimentar das maravilhas de Deus, mas deixar Jesus experimentar também dos frutos do Espírito Santo em nossas vidas. O relacionamento com Deus é recíproco. Nós provamos sua vida abundante e ele prova nossa fé Nele.

Aceite o convite de Deus. Você quer ter mais experiências com Ele?

Venham provar de suas maravilhas. Mas chame outras pessoas também.

-Você está com fome, com sede, insatisfeito?

-Tem vivido de migalhas apenas?

-Quais são as suas desculpas?

-Você já comeu o Pão da Vida?

-Como Servo você tem chamado a outros?

Pr. Tubal Monteiro