Pastor, não tivemos relação sexual, mas depois de passar um tempo com minha namorada e voltar para casa, eu me masturbo pensando nela. É errado isso? Se sim, por que masturbação é pecado?
R: Antes de uma relação sexual é comum haver as carícias – que chamamos de preliminares. Esta etapa antes do sexo serve para deixar o casal pronto para o ato sexual, e por isso é tão importante. Mas começar um processo de excitação sem a intenção de ir até o final, só irá trazer angústia e frustração.
É exatamente isto que muitos casais de namorados têm feito. Eles ficam se tocando e param na metade do caminho, pois não querem pecar contra Deus. Depois vão para casa excitados e frustrados, pois não houve a ejaculação que traz o alívio. Porém, só o fato de fazerem isso, já estão pecando, pois um ilude o outro com algo que não poderá suprir.
O que você precisa entender é que a fase do namoro não é para vocês se conhecerem fisicamente, mas sim emocionalmente e espiritualmente. Busque conhecer a personalidade dela, seu caráter, vida social, familiar e compromisso com Deus etc. Quando vocês passam tempo juntos se beijando e tocando, não sobra tempo para conversarem e se conhecerem, além disso, vocês estarão correndo o risco de perder a bênção de Deus por deixarem o pecado entrar.
A recomendação que eu dou é esta: namorem sem se tocar de forma sensual. Para saber o limite entre um toque normal e o sensual, fique atento quando vier a qualquer sinal de excitação. Combinem de avisar um ao outro quando isso acontecer, e parem na mesma hora com os beijos e abraços, e vão fazer outra atividade. Se vocês levarem isso a sério, vocês vão ver que distanciar um do outro é a única maneira de manter o controle. Quando esse controle é perdido, acontece a defraudação. Veja:
A vontade de Deus é que vocês sejam santificados: abstenham-se da imoralidade sexual. Cada um saiba controlar o próprio corpo de maneira santa e honrosa, não com a paixão de desejo desenfreado, como os pagãos que desconhecem a Deus. Neste assunto, ninguém prejudique a seu irmão nem dele se aproveite. O Senhor castigará todas essas práticas, como já lhes dissemos e asseguramos. Porque Deus não nos chamou para a impureza, mas para a santidade” (1 Tessalonicenses 4:3-7).
Defraudar é passar do limite, é invadir o terreno do outro, é ultrapassar a cerca e tocar no que é proibido. Defraudar é estragar, sujar o que não te pertence. Essa passagem mostra uma consequência muito ruim que pode acontecer: ter o Pai da sua namorada (Deus), como vingador! Por isso, veja sempre sua namorada como uma mulher preciosa aos olhos de Deus e você deve cuidar dela com carinho e respeito. Não force ela a pecar. (Leia: Meu namorado quer fazer sexo)

Se o namoro de vocês estiver focado em Deus, tudo será mais fácil. Mas, mesmo que você não passe dos limites com sua namorada, você terá que enfrentar a tentação dos hormônios do seu próprio corpo, que acumula sêmen nos testículos e, de tempos em tempos, precisa aliviar esta tensão. Para isso, Deus criou um fenômeno muito interessante para que todo homem possa ter o alívio sem pecar: a ejaculação noturna. Em alguns dias do mês, seu corpo irá ejacular enquanto você dorme, caso não tenha se masturbado. Quanto isto acontecer, apesar do desconforto de ter que lavar as roupas, você pode se alegrar, pois passou mais uma etapa e conseguiu o alívio, sem precisar se partir para a masturbação.
Talvez você me pergunte: “Mas qual o problema com a masturbação? Por que não devo me masturbar? Masturbação é pecado mesmo?” Masturbação é pecado sim, pois em primeiro lugar, o sexo foi projetado para ser praticado a dois e só atinge a satisfação plena dessa forma, mas o que mais leva ao pecado, é que não é possível se masturbar sem pensar em alguém, concorda? Eu nunca ouvi falar de alguém que se masturbou pensando em um lindo pôr do sol. Durante a masturbação, você sempre irá criar fantasias na cabeça para enganar seu corpo e conseguir o orgasmo.

Masturbar é como treinar para fazer sexo. Um homem que imagina que está possuindo uma moça durante a masturbação, terá muito mais chances de tentar seduzí-la e possuí-la do que alguém que não pratica. Em Provérbios 16:30 diz: “Quem pisca os olhos planeja o mal; quem franze os lábios já o vai praticar” (Provérbios 16:30). Essas fantasias criadas na mente foram apontadas por Jesus como tão pecaminosas quanto o ato sexual em si. Se a pessoa que alguém desejar for casada, é adultério; se for solteira, é fornicação. Nos dois casos é pecado:
Vocês ouviram o que foi dito: ‘Não adulterarás’. Mas eu lhes digo: qualquer que olhar para uma mulher para desejá-la, já cometeu adultério com ela no seu coração. Se o seu olho direito o fizer pecar, arranque-o e lance-o fora. É melhor perder uma parte do seu corpo do que ser todo ele lançado no inferno. E se a sua mão direita o fizer pecar, corte-a e lance-a fora. É melhor perder uma parte do seu corpo do que ir todo ele para o inferno” (Mateus 5:27-30).
Repare nos detalhes que Jesus usou: o olhar com intenção impura e a mão direita. Diante disso, posso dizer que a masturbação é pecado como qualquer outro, e para vencer a masturbação, você precisa dar os mesmos passos que você dá para vencer qualquer outro pecado: ter vida de oração, renovar sua mente com a Palavra de Deus, prestar contas a alguém de confiança (se for preciso), e vigiar bastante, para não cair em tentação.
Mas lembre-se: não adianta você ficar vendo cenas eróticas e achar que conseguirá ficar livre da masturbação. O pecado é um processo, e você deve cortá-lo na raiz. Imagine uma cachoeira com uma queda d’água bem forte. Você acha que tudo começou assim? Não! Uma grande cachoeira sempre começa com um pequeno riacho, que por não ser bloqueado pelas pedras e matas, acabou crescendo e se tornando uma grande torrente de água. Assim também acontece com nossa vida espiritual. Se não bloquearmos os pensamentos pecaminosos no momento em que entram na nossa mente, eles aumentarão e com isso acabaremos praticando o pecado. Por isso, se você está constantemente sofrendo com as tentações, analise por onde estão entrando estes pensamentos errados, e corte-os, pois você só é tentado de acordo com a sua cobiça. (Tiago 1:14,15)
Sugiro que você leia um livro que me ajudou muito – “No altar da idolatria sexual” de Steve Gallagher. Deus te abençoe!

Fonte: http://www.pastorantoniojunior.com.br/mensagens-evangelicas/masturbacao-e-pecado#ixzz3UUfdfZZr