Olá, pastor. Sou uma pessoa temente ao Deus Altíssimo, batizada pelo Espírito Santo e frequentadora da casa do Senhor. Porém, nos últimos meses, estou passando por tantos problemas em casa, no trabalho e até na igreja; e isso tem diminuído a minha fé. Nos momentos de maior desespero, chego a pensar que Deus esqueceu de mim. Será que Deus não me ama mais?
R: Olá irmã. Essa dúvida que você está tendo em relação ao amor de Deus, eu também já tive. Mas, aprendi que Deus não pode ser comparado com a nossa vida, pois, mesmo que a vida às vezes pareça injusta, Deus permanece justo. Mesmo que a vida às vezes seja ruim, Deus continua sendo bom. E mesmo que sejamos enganados, traídos e deixados de lado com tanta frieza, Deus continua nos amando, acreditando em nós e Suas promessas são fiéis e verdadeiras. Por isso, acredite: Deus não se esqueceu de você!
Peço que você leia com atenção estas duas passagens de Jesus e ao final delas, estarei comentando com você: 
“Naquele dia, ao anoitecer, disse ele aos seus discípulos: ‘Vamos atravessar para o outro lado’. Deixando a multidão, eles o levaram no barco, assim como estava. Outros barcos também o acompanhavam. Levantou-se um forte vendaval, e as ondas se lançavam sobre o barco, de forma que este foi se enchendo de água. Jesus estava na popa, dormindo com a cabeça sobre um travesseiro. Os discípulos o acordaram e clamaram: ‘Mestre, não te importas que morramos?’. Ele se levantou, repreendeu o vento e disse ao mar: ‘Aquiete-se! Acalme-se!’. O vento se aquietou, e fez-se completa bonança” (Marcos 4:35-39).
“Eles atravessaram o mar e foram para a região dos gerasenos. Quando Jesus desembarcou, um homem com um espírito imundo veio dos sepulcros ao seu encontro. Esse homem vivia nos sepulcros, e ninguém conseguia prendê-lo, nem mesmo com correntes; pois muitas vezes lhe haviam sido acorrentados pés e mãos, mas ele arrebentara as correntes e quebrara os ferros de seus pés. Ninguém era suficientemente forte para dominá-lo. Noite e dia ele andava gritando e cortando-se com pedras entre os sepulcros e nas colinas. Quando ele viu Jesus de longe, correu e prostrou-se diante dele, e gritou em alta voz: ‘Que queres comigo, Jesus, Filho do Deus Altíssimo? Rogo-te por Deus que não me atormentes!’. Pois Jesus lhe tinha dito: ‘Saia deste homem, espírito imundo!’. Então Jesus lhe perguntou: ‘Qual é o seu nome?’. ‘Meu nome é Legião’, respondeu ele, ‘porque somos muitos’. E implorava a Jesus, com insistência, que não os mandasse sair daquela região. Uma grande manada de porcos estava pastando numa colina próxima. Os demônios imploraram a Jesus: ‘Manda-nos para os porcos, para que entremos neles’. Ele lhes deu permissão, e os espíritos imundos saíram e entraram nos porcos. A manada de cerca de dois mil porcos atirou-se precipício abaixo, em direção ao mar, e nele se afogou. Os que cuidavam dos porcos fugiram e contaram esses fatos na cidade e nos campos, e o povo foi ver o que havia acontecido. Quando se aproximaram de Jesus, viram ali o homem que fora possesso da legião de demônios, assentado, vestido e em perfeito juízo; e ficaram com medo. (…) Todos ficavam admirados” (Marcos 5:1-15,20).
Espero que através desta palavra, você mude seu pensamento e entenda o quanto você tem valor para Deus. Veja o exemplo desse homem geraseno. Ele vivia em um cemitério, em meio à escuridão, feria o próprio corpo com pedras e caminhava nu. Todas pessoas daquela região já tinham desistido daquele rapaz possesso, menos Jesus! A Bíblia conta que, antes de ir até aquele moço, Jesus havia pregado para milhares de pessoas, alimentado elas e operado milagres. Jesus estava muito cansado e até dormiu no barco, pois mesmo sendo Filho de Deus, Ele veio à terra em um corpo humano. Então, Jesus decidiu atravessar o mar e enfrentar uma tempestade só para ir ao encontro daquele homem, por amor a ele.
A decisão de Jesus de ir até a região onde viviam os gentis (pessoas que não faziam parte do povo eleito por Deus) em plena madrugada, mostra que não há nada em nossas vidas que o Senhor não se interesse e queira agir. Não há nada que esteja fora do Seu olhar. Jesus poderia ter descansado naquela noite e ter seguido viagem na manhã seguinte. Afinal, algumas horas a mais de sofrimento não faria diferença para alguém que estava atormentado por demônios há anos. Jesus, no entanto, provou o quanto aquele homem era precioso para Deus, tendo atravessado o mar só por causa dele.
Com isso, creio que Deus quer que você entenda que Ele te ama tanto quanto amou aquele rapaz. No tempo certo, Ele virá sobre as águas e acalmará as tempestades para te encontrar. Jesus disse que no mundo eu e você passaríamos por muitas aflições, mas se confiarmos Nele, jamais seremos abatidos por elas:
Eu lhes disse essas coisas para que em mim vocês tenham paz. Neste mundo vocês terão aflições; contudo, tenham ânimo! Eu venci o mundo” (João 16:33).
Deus sempre soube que você passaria por problemas, mas o amor Dele pela sua vida é infinitamente maior do que qualquer tempestade. Por isso, eu te aconselho a agradecê-Lo por cada dificuldade que surgir em seu caminho, pois elas te aproximarão do Senhor. Se aquele rapaz não tivesse passado por tudo o que passou, Jesus não teria atravessado o mar, acalmado uma tempestade e derrotado uma legião de demônios para libertá-lo. Então, fique firme nos propósitos do Pai e nunca abandone sua fé, pois Ele enfrentará o que for preciso por sua causa!