Há algumas semanas, recebi um e-mail de uma irmã que dizia estar muito tensa e preocupada, pois uma grande quantia em dinheiro havia sumido misteriosamente de sua carteira. Então, eu disse a ela para orar a Deus pedindo que tirasse aqueles sentimentos ruins do seu coração e, em seguida, a ajudasse a encontrar o dinheiro. Uma semana depois, ela voltou a falar comigo e disse que tinha descoberto quem pegou o dinheiro de sua carteira: seu próprio filho. O sentimento daquela mulher que antes era de preocupação, agora se transformou em uma profunda tristeza, raiva e decepção.
Quando somos desapontados com o comportamento das pessoas que amamos, ficamos tristes e geralmente perdemos a confiança. E para piorar, podemos acabar descontando nossa raiva com palavras e agressões. Essa história me fez lembrar de quantas vezes nós também desapontamos a Deus e entristecemos Seu coração com atitudes impensadas. Graças a Deus, Ele é misericordioso, mas se pecarmos constantemente, sem nos arrependermos, poderemos sofrer graves consequências. A Bíblia diz para evitarmos isso. Veja:
Nenhuma palavra torpe saia da boca de vocês, mas apenas a que for útil para edificar os outros, conforme a necessidade, para que conceda graça aos que a ouvem. Não entristeçam o Espírito Santo de Deus, com o qual vocês foram selados para o dia da redenção. Livrem-se de toda amargura, indignação e ira, gritaria e calúnia, bem como de toda maldade. Sejam bondosos e compassivos uns para com os outros, perdoando-se mutuamente, assim como Deus perdoou vocês em Cristo” (Efésios 4:29-32)

Essa passagem da Bíblia é muito clara ao dizer que não devemos magoar o Espírito Santo, que nos ama tanto e está conosco para nos ajudar. Jesus disse em João 14:26 que o Espírito Santo foi enviado por Deus para ser o nosso Consolador. Por isso, quando Ele fica triste por causa de nossas atitudes, sentimos uma aflição muito grande dentro de nós, pois o Espírito Santo nos puxa para uma direção, mas o pecado nos arrasta para outra. O Apóstolo Paulo descreve bem isto:
Por isso digo: vivam pelo Espírito, e de modo nenhum satisfarão os desejos da carne. Pois a carne deseja o que é contrário ao Espírito; e o Espírito, o que é contrário à carne. Eles estão em conflito um com o outro, de modo que vocês não fazem o que desejam” (Gálatas 5:16,17)
Devemos examinar nossos corações, para sabermos se há comportamentos e atitudes que entristecem o Espírito Santo. Por exemplo: “Como tem sido nossas palavras? Temos reclamado da vida, feito fofocas, xingado as pessoas e julgado elas sem conhecê-las? E em relação ao nosso coração? Temos guardado amargura? Inveja? Raiva? Falta de perdão? Pensamentos pecaminosos?” Se sim, devemos nos arrepender, confessarmos nossos pecados a Deus e pedirmos a ajuda do Espírito Santo, para andarmos em santidade; pois só assim seremos felizes de verdade e teremos a presença Dele bem perto de nós.
Davi foi um homem muito abençoado, mas ele mesmo disse que após cometer o pecado do adultério, sua vida se tornou um “inferno”, até que ele se abriu com Deus, e arrependido, confessou o seu pecado, voltando a ser feliz novamente:
Como é feliz aquele que tem suas transgressões perdoadas e seus pecados apagados! Como é feliz aquele a quem o Senhor não atribui culpa e em quem não há hipocrisia! Enquanto escondi os meus pecados, o meu corpo definhava de tanto gemer. Pois de dia e de noite a tua mão pesava sobre mim; minha força foi se esgotando como em tempo de seca. Então reconheci diante de ti o meu pecado e não encobri as minhas culpas. Eu disse: “Confessarei as minhas transgressões ao Senhor”, e tu perdoaste a culpa do meu pecado” (Salmos 32:3-5).
Saiba que a única coisa que destrói a vida de um(a) filho(a) de Deus é o pecado! Por isso, faça de tudo para não entristecer o Espírito Santo, que foi enviado para te ajudar. Não faça a vontade de sua carne, mas viva em obediência a Deus e você verá que a presença do Espírito Santo estará cada vez mais presente em sua vida!